#12MESESDEPOE - A AVENTURA SEM PARALELO DE UM TAL HANS PFAALL

08:15


Em "A aventura sem paralelo de um tal Hans Pfaall", vamos ver a jornada de um homem até a lua a bordo de um balão, e os seres que ele encontrou por lá. Não é a ficção científica que conhecemos hoje, com lasers e tecnologia de ponta, mas o balão de ar quente havia sido inventado apenas algumas décadas antes desse conto ser escrito!



// TÓPICO FIXO


O poema desse mês é "Alone" (Sozinho), e pra mim é um dos poemas mais bonitos que existe. Vê se você concorda:

Não fui, na infância, como os outros
e nunca vi como outros viam.
Minhas paixões eu não podia
tirar de fonte igual à deles;
e era outra a origem da tristeza,
e era outro o canto, que acordava
o coração para a alegria.
Tudo o que amei, amei sozinho.
Assim, na minha infância, na alba
da tormentosa vida, ergueu-se,
no bem, no mal, de cada abismo,
a encadear-me, o meu mistério.
Veio dos rios, veio da fonte,
da rubra escarpa da montanha,
do sol, que todo me envolvia
em outonais clarões dourados;
e dos relâmpagos vermelhos
que o céu inteiro incendiavam;
e do trovão, da tempestade,
daquela nuvem que se alterava,
só, no amplo azul do céu puríssimo,
como um demônio, ante meus olhos.

Você também pode gostar

0 comments

Obrigada por ler o post até o fim! Eu sempre respondo os comentários, então se você gostaria de ver minha resposta, clique no botão "notificar-me"!
<3

Subscribe