Sobre mudanças

12:22

Um dos motivos pelos quais eu desapareci do blog e do canal, além dos problemas que citei no post passado, foi que mudei de casa. Até seria algo banal se a mudança não tivesse sido feita sem preparo nenhum e eu não tivesse que coordenar tudo, desde uma pequena reforma do lugar novo, até cada outro detalhe que envolve mudança. Graças a essa reforma o que deveria ser uma coisa simples levou quase 3 semanas pra ser concluída, e eu fiquei tão estressada que isso se manifestou de forma física e também psicológica, visto que fazia vários meses que eu não tinha ataques de pânico, ou espinhas, ou descamações no rosto. 


Preparar um lugar para as minhas cachorras foi uma das coisas que mais demandou dinheiro e tempo, ainda bem que eu tive muita ajuda, porque se isso demorasse a mudança inteira demoraria mais. Elas precisavam de um lugar só pra elas, protegido da chuva, com espaço pra brincar, hoje elas estão já instaladas e se acostumando a ficar no espaço delas. 


Além de ter que lidar com essas coisas, a época coincidiu com diversas obrigações da faculdade, e no fim de outubro ainda fui convocada pra ser jurada em um tribunal (e assim permaneço até o fim de novembro, ou seja, não posso fazer nenhum compromisso e nenhum plano, inclusive flopei num projeto super bacana envolvendo a série Twin Peaks e mal consigo me perdoar por isso). 

Mas depois de um mês de agonia, as coisas tem se ajeitado. Preciso muito de paz no momento porque estou psicologicamente fragilizada, minha depressão voltou e preciso muito cuidar de mim, já que a casa parece estar mais ou menos organizada. 

As pessoas podem achar contraditório que eu diga ser minimalista quando tenho tantos livros, mas o minimalismo pra mim é achar tempo e dedicar-se às coisas que fazem você feliz, e livros são algo que me trazem imenso conforto e felicidade. Não precisei sequer de uma caixa para trazer todas as minhas roupas, por outro lado, já que com todos os destralhes que fiz, inclusive utilizando um pouco como guia o livro da Marie Kondo e o método Konmari, me livrei de mais da metade do que eu tinha e assim permaneço.



Os livros passaram vários dias comigo assim no chão, porque a visão deles logo pela manhã alegrava meu dia, mas depois de algum tempo precisei pelo bem deles recolocá-los nas estantes. Aos poucos vou colocando fotos dos detalhes da decoração no meu instagram também! Aliás, não foi o gato que fez isso com eles, eu estava separando pra guardar e ele adorou a bagunça e decidiu que seria legal caminhar por ali. 

E é isso gente, eu não sei com que frequência vou poder aparecer mas cedo ou tarde eu dou as caras. Mudança é foda. 

Você também pode gostar

0 comments

Obrigada por ler o post até o fim! Eu sempre respondo os comentários, então se você gostaria de ver minha resposta, clique no botão "notificar-me"!
<3

Subscribe