Método Konmari: documentos e cadernos

08:06

Ano passado eu comecei e terminei todo o destralhe das minhas coisas usando, entre outros, o método Konmari, em que já falei aqui e aqui. A mudança foi visível em muitas categorias, e uma das que merece destaque é a de papéis/documentos. Eu já havia reduzido muito o número de papéis que tinha, mas ainda assim consegui eliminar mais coisas. Além disso, descobri que sou uma acumuladora de cadernos. Ou pelo menos estou tentando deixar de ser. 

A Bárbara do blog "Meu Diário Minimalista" fez um post chamado "começando 2016 sem papelada", onde ela fez alguns destralhes e mostrou a organização do restante, aí achei que seria bacana mostrar meu próprio destralhe com fotos do antes e depois e também o método que utilizei (que é o Konmari com adaptações). 

PAPÉIS E DOCUMENTOS DIVERSOS
Eu tive por muito tempo duas pastas sanfonadas, uma com contas, notas ficais, garantias e outra com documentos. Por muito tempo me atenderam bem, afinal elas vêm com um espaço pra etiquetar e identificar os espaços. No entanto, conforme fui diminuindo os papéis percebi que elas tomavam muito espaço. Troquei uma delas por uma pasta catálogo (aquelas que vem uns envelopes plásticos dentro). Nela coloquei todos os documentos importantes e batizei de "única coisa que preciso salvar se minha casa pegar fogo". Passei a pagar todas as contas pela internet então não guardo mais nenhum comprovante. Só mantenho um boleto por mês que vai servir como comprovante de residência se eu precisar, fica na minha carteira, e substituo no mês seguinte, jogando a anterior fora. No fim do post tem várias dicas de como lidar com alguns tipos de papéis. 
Ou seja, de duas pastas sanfonadas e um horror de papel espalhado, só tenho atualmente uma pasta catálogo. 


minimalismo destralhe papéis cadernos documentos desapego konmari

Fiz uma foto do processo de destralhe. A pilha da esquerda era a inicial, com a pasta sanfonada, a catálogo e uma terceira pasta, amarela, que usei durante alguns meses pra regularizar coisas da faculdade e também do meu trabalho, e os papéis que sobraram dela voltaram pra pasta catálogo. A pilha da direita já era de coisas pra jogar fora que achei pelas gavetas, e juntaram-se a ela a pasta sanfonada e o que havia dentro dela. 

CADERNOS E AGENDA
Eu sou rato de papelaria, sempre fui, sempre serei. Não consigo entrar em uma e não comprar nada, e o resultado disso é a pilha da foto abaixo: 22 cadernos entre faculdade, diários, blocos de anotações. O problema é que a maioria deles estava em branco. 
Fiquei chocada quando empilhei todos eles, não imaginava que eram tantos. A eficácia do Método Konmari pra mim se comprovou ali: como estavam todos espalhados em prateleiras, gavetas e bolsas, eu não fazia ideia de quantos tinham. E esse é um preceito importante pra seguir o Konmari: você tem que encontrar TUDO que pertence a mesma categoria e colocá-los no mesmo lugar para ter uma dimensão do que tem de verdade.

minimalismo destralhe papéis cadernos documentos desapego konmari

Como o método Konmari sugere uma abordagem emocional em relação às possessões, mantive alguns cadernos que gosto só pela capa e que sim, estão em branco. Mas consegui separar 10 cadernos para desapegar. Os usados joguei fora, e os novos eu fiz um embrulho, junto com um perfume novinho que não usava, e dei para minha sobrinha pré-adolescente. Ela adorou! 

minimalismo destralhe papéis cadernos documentos desapego konmari

Também substituí a agenda por um caderno pequenininho sem pauta, que dividi em categorias e anoto tudo, e vai comigo pra onde eu for. Quanto às coisas da faculdade (cadernos e provas) eu dou fim a cada semestre, e as apostilas tento substituir as mais úteis por livros comprados usados na Estante Virtual, ou novos se não encontrar na EV. 



DICAS PARA UM DESTRALHE DE SUCESSO
Materiais de estudo e apostilas: jogue fora. Todo o provável conhecimento de apostilas você encontra na internet. Você provavelmente nunca vai tocar nessas apostilas de novo, porque se você aprendeu o que foi passado, elas já cumpriram totalmente a utilidade. 
Comprovantes de pagamentos: cada tipo de conta deve ser mantida por um tempo específico, e tem guias na internet dizendo que tempo é este. No entanto, as empresas são obrigadas a enviar no fim de cada ano um comprovante de quitação anual, e vale a pena valer-se do seu direito a este documento e substituir os 12 comprovantes por 1 só. Como eu faço todos os pagamentos pela internet, não imprimo nem guardo documentos, pois consigo facilmente uma segunda via deles pelo internet banking.
Garantia de produtos: grande vilão da organização de documentos, pois as pessoas esquecem eles lá e muitas vezes guardam por mais tempo do que realmente necessário. Guarde todos no mesmo local e se puder, coloque um post-it na frente anotando até quando ele vale. Depois, jogue fora! 
Manuais: jogue fora! Se você não leu no momento em que comprou o produto, dificilmente vai ler. Essas informações tem todas na internet. Se o produto der problema e estiver na garantia, você não vai tentar arrumar por si mesmo, então não faz sentido guardar esse tipo de papel.

Se você ficou tentado a utilizar o método Konmari nos seus destralhes, você pode usar um checklist que eu criei pra ajudar, basta baixar o arquivo neste post. Não esqueça de me marcar no instagram @annacstt pra eu ver como ficou! <3



Espero que tenham gostado das dicas. <3

Você também pode gostar

0 comments

Obrigada por ler o post até o fim! Eu sempre respondo os comentários, então se você gostaria de ver minha resposta, clique no botão "notificar-me"!
<3

Subscribe