5 livros sobre depressão - Semana O Último Adeus

13:25

livros depressao personagens depressivos literatura sicklit sick-lit darkside books andrew solomon
A Darkside Books me convidou para fazer uma série de posts, em consonância com o lançamento do livro mais recente da Coleção DarkLove: O Último Adeus, de Cynthia Hand. Você pode ver o que vai ter essa semana entrando no post de apresentação. Dando continuidade a semana de posts sobre depressão, vim mostrar 5 livros que eu li, em que os personagens sofrem de depressão, com uma breve sinopse de cada um.


A REDOMA DE VIDRO, DE SYLVIA PLATH (1963)
O romance de Sylvia Plath é um dos nomes mais conhecidos sobre personagens depressivos. Nele entramos na vida de Esther Greenwood, que lenta e imperceptivelmente entra em depressão e enlouquece. Esther, que estava vivendo dias de intensas experiências ao ganhar um trabalho na redação de uma conceituada revista em Nova York, enfrenta uma enorme decepção quando seu maior sonho se despedaça diante de seus olhos. Sem notar, a decepção vai se transformando em apatia e resignação, e a personagem se vê internada em um manicômio após tentar se matar. Os dias passam e ela não consegue dormir, nem comer, nem tem ânimo para trocar de roupa ou pentear os cabelos. Ela forja meios para cometer suicídio nas cenas mais cotidianas, e se vê fazendo tratamentos de eletrochoque para tentar se curar do que, nas décadas de 50 e 60, era considerado loucura e não doença. Você pode conferir a resenha completa aqui mesmo no blog

AS VIRGENS SUICIDAS, DE JEFFREY EUGENIDES (1960)
5 irmãs adolescentes da mesma família cheia de rigores religiosos se matam uma após a outra. A história é contada a partir da perspectiva dos garotos da vizinhança, que acompanham tudo de forma obcecada. A narrativa não é linear - avança e retrocede na tentativa dos garotos de compreender as irmãs Lisbon e o que as levou a se matar, e por serem apenas observadores não chegamos a conclusões específicas sobre o fato apesar dos esforços dos meninos. A sexualidade da adolescência é o tema principal do livro. 

livros depressao personagens depressivos literatura sicklit sick-lit darkside books andrew solomon

O DEMÔNIO DO MEIO DIA, DE ANDREW SOLOMON (2001)
Este livro foi eleito um dos 100 melhores livros da década de 2000 pelo The Times, e um dos principais sobre depressão, ele foi escrito pelo jornalista Andrew Solomon, que luta contra a doença há mais de 20 anos. Além de um relato pessoal, o livro é uma das mais extensas pesquisas sobre o tema, com mais de 40 páginas só de referências bibliográficas. O livro da Companhia das Letras traz um epílogo escrito pelo autor que fala sobre ele ser um "depressivo profissional", e é bem pesado. Uma das coisas que me fez buscar ajuda em 2014 foi ter assistido sua famosíssima palestra no TED, que me arranca lágrimas só de lembrar. Andrew diz nela: "o oposto da depressão não é felicidade, mas vitalidade". Vale muito assistir a esse vídeo. 

UMA HISTÓRIA MEIO QUE ENGRAÇADA, DE NED VIZZINI (2007) 
O livro conta a história de Craig, um adolescente de 15 anos que entra em depressão logo após realizar uma grande conquista pessoal. Em meio a antidepressivos e psicólogos, ele decide se matar. Desiste então no último minuto e se interna em um hospital psiquiátrico contando com o apoio de seus pais, e a narrativa em primeira pessoa nos mostra os sentimentos de Craig e sua interação com os outros internos, cada qual com suas próprias dores. Uma das frases que mais me marcou foi "é difícil falar quando a única coisa que você quer fazer é se matar". O autor, Ned Vizzini, relatou que sua inspiração para escrevê-lo foi ter passado por isso na juventude. Infelizmente, alguns anos depois de lançar o livro, ele tirou a própria vida, em 2013. Você pode ver uma resenha completa no site Pipoca Musical.

livros depressao personagens depressivos literatura sicklit sick-lit darkside books andrew solomon

O ÚLTIMO ADEUS, DE CYNTHIA HAND (2015)
O livro é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que passa por uma depressão severa após seu irmão ter se matado. Ela começa a escrever um diário a pedido do seu psicólogo, já que não consegue falar com ele, e se recusa a tomar remédios. Vemos Lex passar pelas fases do luto de uma forma muito realista, sofremos com ela, o dia a dia perde o sentido e tudo o que ela pensa é : Ty está morto. Ty está morto. Ty está morto. Um sentimento de culpa acompanha a personagem sem sabermos porque, e nas páginas de seu diário e nas reconstruções que ela faz dos acontecimentos que levaram ao suicídio de Tyler, somos arrebatados pela dor da personagem. 


SORTEIO DO LIVRO "O ÚLTIMO ADEUS" 

livro o último adeus darkside books cynthia hand


E para não deixar ninguém sem a oportunidade de ler esta obra, a DarkSide deu um exemplar pra sortear pra você, leitor. As regras são simples: curtir a página da DarkSide, curtir a minha página, e compartilhar qualquer um dos posts acima no seu facebook ou twitter em modo público (você pode fazer isso uma vez por dia - quanto mais vezes, mais chances) e colar o link do seu perfil no formulário abaixo:







O resultado sai no dia 18!  

ONDE ENCONTRAR OS LIVROS CITADOS

Todos estão disponíveis nas principais livrarias e sites, mas se você comprar através dos links abaixo, ajuda o blog a crescer e se manter. :) 


Você também pode gostar

0 comments

Obrigada por ler o post até o fim! Eu sempre respondo os comentários, então se você gostaria de ver minha resposta, clique no botão "notificar-me"!
<3

Subscribe