Minimalismo: porque meu inventário de roupas não funcionou

09:53

Desde que recomecei a blogar, sabia que eu ia abordar bastante o tema minimalismo, como forma de me incentivar a persistir neste caminho e quem sabe ajudar outras pessoas, também. Como sou uma "minimalista em construção", minha caminhada tem erros e acertos, mas independente disso acabo sempre postando pra dividir com vocês.


Vocês já devem ter visto que eu fiz 3 inventários até agora: roupas, sapatos e esmaltes. Juntamente com o post no blog, fiz uma planilha no excel com a descrição dos itens, ocasião, condição, cor e quantidade, como podem ver na imagem abaixo:


Ficou tão bonitinho, ia inclusive fazer uma versão pra disponibilizar pra download aqui no blog, mas não deu certo. :/ No começo, logo após fazer o inventário, fiquei super feliz por conseguir traduzir em números meus impulsos, erros e acertos. Mas, conforme fui destralhando, vendendo, doando itens, não consegui acompanhar e interpretar o que eu estava fazendo.

Um exemplo que posso dar é o tópico shorts, que na minha planilha estava assim: 3 (3+1-1). Isso significa que o número atual era 3, mas que desde que comecei o inventário haviam 3, adquiri mais um e me desfiz de um. Mas não tinha como saber qual tipo de shorts, se de ficar em casa ou sair, por que comprei mais um, etc.

Outra coisa que dificulta muito é que estou vendendo muitos itens em boas condições mas que não atendem as minhas necessidades atuais, então coloco essas coisas na lojinha do Enjoei, e nem sempre lembro de "dar baixa" nos itens que são vendidos. Além disso, iniciei a tag "definindo meu estilo" e tenho uma viagem marcada onde pretendo fazer compras necessárias pra iniciar um guarda-roupa mais funcional, então todas essas coisas contribuíram para o desastre.

Percebi que preciso visualizar o que estou fazendo pra conseguir ter controle. Então a partir do próximo inventário, irei fotografar peça por peça e colocar em uma pasta do computador. É mais uma forma de tentar catalogar, ainda não sei se vai dar certo, mas vou tentar. O inventário de sapatos, como foi fotografado, tem dado certo, porque abro a imagem no Photoshop e marco os itens que foram embora, então pretendo fazer isso com as roupas também.

É isso! Até a próxima, pessoal. :)

Você também pode gostar

15 comments

  1. Eu tambem preciso de visualizar tudo, dai utilizar o Polyvore. Mas eu simplesmente fiz um inventario do que tenho e nao do que me livrei, torna-se mais facil para mim assim.
    Boa sorte na nova tentativa de inventario =)

    Sophie.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se consigo utilizar o Polyvore, já tentei, mas não tem muitas roupas das que são vendidas no Brasil por lá, daí eu só encontraria parecidas. Mas vou fazer um teste!
      Eu pretendo sim fazer um inventário só do que tenho, porque finalmente me livrei de TUDO o que não preciso. (mas o post já estava pronto então decidi publicar assim mesmo). =)

      Eliminar
  2. Pra mim foi ótimo fotografar cada item. Fez muita diferença! Fica visual se aquela peça combina ou não com o resto do guarda-roupas.
    Eu percebi que tenho muitas peças estampadas e que isso pode ser bem difícil de lidar quando se quer ter um guarda-roupas mais enxuto.
    Não pretendo comprar nada de roupas, sapatos ou acessórios até o fim do ano, mas já sei que as próximas peças serão lisas, porque é delas que eu preciso hehe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, fiquei maluca com aquele post seu! Eu também tinha umas 3 estampadas mas já tratei de me livrar delas e agora só tenho lisas! :)

      Eliminar
  3. Eu desisti totalmente de fazer inventários. Meu estilo não é tão unificado ou clássico pra eu conseguir traduzir em números meu mínimo necessário então, percebi que também faz parte do minimalismo simplificar as coisas, afinal, leva muito tempo administrando essas coisas enquanto outras mais importantes ficam pendentes, na minha concepção, claro! ^^ Boa sorte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o meu inventário nem tinha esse objetivo, e sim traçar um paralelo de quanto eu tinha para o quanto estou agora que atingi o meu objetivo sabe?
      Mas faz muito sentido mesmo isso que vc falou, e se eu não tivesse o blog eu provavelmente não teria inventário nenhum. :)

      Eliminar
  4. Poxa Anna eu tô precisando demais de fazer esse inventário também e principalmente praticar o desapego, tenho coisas que não uso a milênios e ainda guardo não sei por qual motivo. É bom você colocar essas suas experiências, boas ou ruins, porque nos motiva. E quanto ao lance de fotografar acho que realmente é uma boa ideia porque assim conseguimos visualizar melhor o que temos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou pretendendo publicar um post sobre o destralhe radical da Marie Kondo, aguarda que acho que ele vai ser a sua inspiração :)

      Eliminar
  5. Poxa, escrevi e fui encaminhada pra fazer login no google daí o comentário sumiu! Que triste!
    Nem tudo funciona pra todo mundo. Fiz inventário, mas minhas compras antes eram tão incoerentes ou de baixa qualidade que acho que muita coisa vai mudar. Depois que eu conseguir algumas roupas básicas, boas e que tenham a ver comigo, vamos ver como fica...
    Teu blog tem uma imagem linda!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai que pena, isso não costuma acontecer! Pois é, às vezes é bom fazer o inventário pra ter uma noção das coisas, mas no dia a dia ele não é prático!
      Obrigada pelo comentário! <3

      Eliminar
  6. Que bacana, Ana! Acho que a coisa da experiencia + erro/acerto é o que vai nos guiando e nos permitindo aplicar o minimalismo na nossa vida.

    Boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você, Bruna! Beijão!

      Eliminar
  7. Nunca pensei em mim como alguém minimalista, mas depois de ler este teu post acho que me revi em algumas coisas. Este ano fiz uma grande selecção em tudo, e quando dito tudo é mesmo de tudo o que eu possuía, desde roupa, a objectos pessoais, decoração, até souvenirs, e muita coisa foi fora, muita coisa foi doada, ganhei imenso espaço, passei a ser bem mais selectiva quanto ao que vou compando e mantendo e isso me deu uma sensação libertadora! :)

    --
    Sofia | Seventeen Seconds
    Most recent post: How to Create Bilingual Posts on Blogger

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Sofia, realmente esse processo de declutter nos transmite uma sensação incomparável né? Mesmo que você não seja minimalista nem tenha esse objetivo, fico contente de ver que você tem buscado se ater ao essencial. Keep it up!

      Eliminar
  8. Nunca pensei em mim como alguém minimalista, mas depois de ler este teu post acho que me revi em algumas coisas. Este ano fiz uma grande selecção em tudo, e quando dito tudo é mesmo de tudo o que eu possuía, desde roupa, a objectos pessoais, decoração, até souvenirs, e muita coisa foi fora, muita coisa foi doada, ganhei imenso espaço, passei a ser bem mais selectiva quanto ao que vou compando e mantendo e isso me deu uma sensação libertadora! :)

    --
    Sofia | Seventeen Seconds
    Most recent post: How to Create Bilingual Posts on Blogger

    ResponderEliminar

Obrigada por ler o post até o fim! Eu sempre respondo os comentários, então se você gostaria de ver minha resposta, clique no botão "notificar-me"!
<3

Subscribe