Comprei um Kobo - primeiras impressões

10:43

  
Acho que nunca comentei com vocês sobre qual a minha opinião a respeito de ebooks e e-readers, então este é o momento apropriado para esclarecer: não tenho absolutamente nada contra. Pra mim, não importa por qual meio, o importante é ler. Os e-readers não vão extinguir o livro físico (sério que tem gente que ainda tem esse pensamento?), são apenas mais uma forma de leitura. 

Tendo dito isso, eu sempre li ebooks das formas mais escrotas: no computador e até no celular. A Redoma de Vidro (clique aqui pra ver o post) da Sylvia Plath foi todo lido no celular, então o processo evolutivo óbvio era que eu comprasse um e-reader. O Kobo Glo foi minha escolha pelo fato de aceitar diversos tipos de arquivo (epub, pdf, entre outros), assim não me sinto cerceada na hora de ler. 


Com ele há cerca de 15 dias, posso dizer que foi uma escolha acertada: já tenho vários livros que não encontrava de forma física ou que eram muito caros ou muito velhos (tentei ler várias vezes a cópia física de O Morro dos Ventos Uivantes que tenho em casa e não conseguia parar de espirrar, e agora já passei da metade dele). Ainda não sei nem experimentei todas as opções dele, mas até agora tem sido ótimo. 


Prós
  • Luz interna direcionada para a página e não para o seu rosto e com intensidade controlável (faz uma diferença absurda). Geralmente a noite, leio com 5% e é mais que suficiente;
  • Bateria que promete durar até um mês (com wi-fi desligado);
  • Memória interna que cabe mais de 1000 livros e expansível através de cartão SD de até 32GB;
  • Não tem botões, exceto o da luz e o de desativar, que ficam na parte superior;
  • Possui dicionário em diversas línguas: é só clicar em uma palavra para aparecer a definição;
  • Marca a página que você leu automaticamente;
  • Possui função de destaque e anotação (o grifo do livro físico);
  • Aceita inúmeros tipos de arquivo, o que me dá liberdade de comprar e baixar ebooks onde quiser e transferir pra ele;
  • Super, super leve (pesa menos que meu celular);
  • Cheio de extras: navegador, jogo de xadrez, dá pra ler arquivos salvos no Pocket (sincronizado com as coisas que salvo no navegador), além do Reading Life, que mostra estatísticas e vai liberando "badges", ou medalhas, pelo avanço nas leituras. 

Contras:
  • As bordas são um pouco estreitas e acabo tocando na tela sem querer inúmeras vezes, o que acaba trocando de páginas;
  • O processador é um pouco lento, não é a rapidez de usar um tablet, definitivamente, mas calculo que é o mesmo tempo de virar a página de um livro;
  • Ainda não consegui organizar direito a biblioteca, em alguns casos o nome do autor não aparece e o livro fica bem no fim da lista;
  • Como a carga da bateria é feita pelo computador, leva muito tempo pra carregar (cerca de 4 horas), mas descobri que a entrada dele é a mesma do Samsung Galaxy S4, então dá pra plugar na tomada e carrega mais fácil - dica de ouro).
Porque eu comprei o Kobo:
  1. Porque na minha cidade só tem livrarias que vendem best-sellers e os sebos são desorganizados e não têm noção de preço;
  2. A única forma de eu ler alguma coisa até então era comprando livros. E muitas vezes os livros que quero ler tem edições muito antigas, estão esgotados, ou são livros que assim que leio vejo que não quero manter comigo. Não faço questão de encher as paredes de casa de livros que não vou abrir de novo, quero apenas os livros que curto e que pretendo ler de novo. O Kobo está comigo para que eu experimente autores novos, gêneros novos, sem o risco de entulhar livro em casa, e sem ter que fazer uma verdadeira caça ao tesouro na internet.
  3. Quando viajo costumo levar livros comigo, e passo horas pra escolher qual levar. Com o Kobo posso levar muitos com o peso de 1;
  4. Falando em peso, me arrependo pra sempre de não ter comprado ele antes. O Sob a Redoma (clique para ler o post) pesa 1 QUILO. Um quilo de livros pra quem lê a noite, deitada na cama. Terminar aquele livro foi um martírio, eu nunca encontrava posição pra ele! Agora eu posso ler Os Miseráveis, Dom Quixote, até a fucking bíblia se quiser, sem me preocupar com o peso.
  5. Não vou deixar de comprar livros NUNCA. Inclusive acabei de acrescentar 4 livros do H.P. Lovecraft à minha coleção :).
É isso! Espero que através desse post vocês tenham entendido um pouco mais sobre o e-reader, e abram um pouco a mente sobre os prós (que são inúmeros). Ainda estou aprendendo a manusear o aparelho, mas até agora só tenho coisas boas a dizer sobre ele, recomendo muito!

A única distribuidora no Brasil do aparelho é a Livraria Cultura, pode ser comprado através do site deles, aqui.


P.S. Esse não é um publieditorial. Eu comprei o aparelho com o meu dinheiro e decidi escrever pra mostrar pra vocês minhas experiências com ele, e quem sabe animar alguém que esteja na dúvida de comprar. Mas se a Cultura quiser me dar ebooks de presente, eu aceito, ;)


Você também pode gostar

21 comments

  1. Cara, não sei o que as pessoas tem na cabeça para dizer que os livros físicos vão se extinguir. Ganhei da Tamara ♥ um bookeen que é quase um kobo, só que com menos "arreganhados" (pra mim, o importante é que dê pra ler sem acabar com meus olhos). Claro que se eu gostar MUITOO de um livro que eu li no Bookeen, eu vou adorar ter ele na minha coleção.
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, pois é, vi o seu e parece super prático também! O Kobo vai me auxiliar a não aumentar demais a quantidade de livros na estante a ponto de me sentir sufocada, afinal moro em uma casa pequena!

      Brigada por comentar, Ítalo!

      Eliminar
  2. Eu estou pesquisando e não sabia dessa alternativa! Parece bem melhor que o Kindle, já que aceita outros tipos de arquivos e o preço também está amigável.
    Muito obrigada pela dica, Ana. O post está bem completo.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi lindona!
      Então, eu comprei com 45% de desconto na Cultura, pra mim foi a melhor economia em anos! Tem o kindle também, que muita gente prefere, e em várias opções de preço.

      Beijos!

      Eliminar
  3. Cogitei a ideia de comprar o Kobo, mas ainda não me acostumei com leituras por meios eletrônicos. Também não tenho nada contra a e-books, mas ainda não consigo. Boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tela dos e-readers é feita pra gente tem a mesma experiência de ler no papel, ou seja, não agride nem cansa a vista, mesmo o kobo glo, que tem a luzinha, posso ler por horas e me sinto bem.
      Quando for na Cultura pede pra mexer no Kobo, quem sabe você é convencida a comprá-lo, hehehe
      <3
      Beijos Pati!

      Eliminar
  4. Uou uou, impresso será amado forever rsrs Assumo que e-book é perfeito, ainda mais quando o livro impresso é aquele no estilo bíblia, com 918298391290123 de páginas, claro que tê-lo na estante e poder sentir o cheiro (maníaco) é lindo, mas o que conta na hora de ler, é estar confortável para não atrapalhar a leitura. Tu fez uma boa jogada comprando o Kobo. Eu ainda não comprei o meu por falta de tempo, mas espero em breve descolar um dispositivo para facilitar. E outra coisa, de fato anda MUITO caro para comprar livros com edições mais originais e antigas, nessas horas, a internet é uma deusa.

    Good post.

    Bjbj.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, pra mim a maior vantagem é poder ler tipo... Stephen King nele! Ou séries de livros. Tem livros que até tenho físicos em casa, mas pra ler vou usar o Kobo mesmo (mais fácil de transportar, não amassa, ninguém pede emprestado, rs)

      Beijos querido!

      Eliminar
  5. Muito bom. Eu também não tenho nada contra e-readers, acredito que é uma ferramenta a mais para a leitura, eu tenho o Kindle da Amazon e gosto muito dele, quando fui comprar fiquei extremamente em dúvida entre ele (o kindle) e o kobo mas acabei optando pelo Kindle e não me arrependo também não :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, eu demorei muito pra escolher qual compraria, acabei optando pelo kobo somente pela liberdade de colocar várias extensões de arquivos, mas foi o fator de desempate, digamos assim, rs.

      Beijos!

      Eliminar
  6. Bah, que post completinho, moça. Eu dei risada na parte dos espirros com "O Morro dos Ventos Uivantes", entendo você. :P

    Então, eu acabei de comprar um Kindle! Fui na onda da dona @BruMiranda, do Um Pouco Disso e Aquilo. Não me arrependo - na real ainda não usei, mas mexi nele e pesquisei bastante -, mas esse teu post do Kobo ficou espetacular. O fato de aceitar qualquer tipo de arquivo realmente é algo que pesa, já que nem só de livros vive uma pessoa (adoro quadrinhos).

    Plus: achei ele bonitão! <3

    E, bom, comprei o Kindle pelo mesmo motivo que você comprou o Kobo: quero ler coisas específicas sem ter que pagar R$40 num livro que só vou abrir uma vez. Estou lendo "A Estrela que nunca vai se apagar" e já arrependida de ter pago R$49,90 num livro físico que não quero manter.

    Bom, é isso. Adorei o post, Anna! <3

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Raquel! Obrigada por comentar!

      Eu ainda não experimentei quadrinhos nele. Achei o Maus pra baixar mas ainda não coloquei no aparelho. Vamos ver como ele se comporta, rs.
      O sonho da minha vida é o dia em que os e-readers sejam coloridos. Imagina só que amor?

      Obrigada!

      Eliminar
  7. Eu tenho um Kindle, sempre quis, mas no fim acabei ganhando numa promoção (sorte!!) hahaha
    Uso direto desde quando ganhei, ultimamente tenho lido mais nele do que os meus físicos que ainda não consegui terminar de ler todos...
    Uma amiga minha tem os dois, e fala super bem do Kobo também ;D
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você GANHOU um Kindle? Hahaha, nossa, eu não ganho nem frango de quermesse! Sortuda você!

      Eu também tenho usado mais o Kobo que os livros físicos - aliás, dia desses estava precisando confirmar a aparição de um personagem numa trilogia, e tive que folhear por quase 20 minutos até encontrar. Se eu tivesse a trilogia no Kobo acredito que daria pra pesquisar o termo (na verdade estou chutando, não sei se dá, mas vou testar).

      Beijos e obrigada por comentar.

      Eliminar
  8. Tenho meu kobo e não largo,amo ele de paixão. E sobre o livro Sob a Redoma,tenho ele fisico,mas sabe que tenho obsessão por livros enormes? Rrsrs,sobre o seu comentário de pesquisar o termo,sim,ele tem uma pesquisa dentro do livro que vc está lendo no momento. Adorei seu blog. ^^

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Kymi!

      Olha, eu acho livros grandes BONITOS, mas de práticos eles não têm nada! Fico contente de ter a pesquisa, ainda não tinha precisado usar nele mas é bom saber que tem! Obrigada por me avisar. :)

      Eliminar
  9. Anna que post lindo!!Eu adorei! Compramos o mesmo kobo glo, prata, super poderoso, eu amo meu kobo veio nesse mês e já li uns 4 livros hahahha estou muito viciada, é muito amor <3 <3 levo ele pra cima e pra baixo! Melhor compra feita esse ano!!! Beijão e parabéns pelo teu post florzinha ;*****

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Carolina!
      Beijão!

      Eliminar
  10. Ótimo post! As vezes penso em me arriscar no kobo, mas não consigo largar os livros de papel. Penso em tê-lo como uma alternativa para ler os livros que não consigo comprar por alguma razão (estão esgotados ou são muito caros, etc), mas sempre acabo adiando...

    Off Topic: Amo as obras do Lovecraft e adorei quando abri o post e dei de cara com o nome dele em letras garrafais e os tentáculos tão característicos de suas criaturas! <3

    Beijim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, tem facilitado minha vida DEMAIS quando não encontro o livro pra comprar. Sem falar que tem inúmeros blogs e grupos no facebook onde as pessoas compartilham suas bibliotecas virtuais de graça!

      Fico feliz que você também curta Lovecraft! Essa antologia da foto é IMENSA, tem mais de 1200 páginas. E você acha que isso me impediu de comprar livros dele? Esses dias comprei 4 da Hedra Editora - meu sonho é completar a coleção, aquelas capas são belíssimas.

      Beijos!

      Eliminar
    2. Só tenho dois do Lovecraft, ambos da Hedra. Realmente as capas são lindas, além do cuidado que eles tem com as edições sempre colocando introduções interessantes e uma biografia relevante do autor.
      Estou esperando sair 'O Mundo Fantástico de Lovecraft' que é um lançamento independente, mas promete ser um livro primoroso das obras do autor.
      Se te interessar, dá uma lida sobre ele aqui > http://www.sitelovecraft.com/ ou aqui> https://www.facebook.com/omundofantasticohplovecraft ;)
      Beijo.

      Eliminar

Obrigada por ler o post até o fim! Eu sempre respondo os comentários, então se você gostaria de ver minha resposta, clique no botão "notificar-me"!
<3

Subscribe